quinta-feira, 5 de março de 2009

Ivinhema x Flamengo - Notas

- Everton Silva, Fábio Luciano, Wellinton, Aírton e Toró. O time escalado por Cuca - para enfrentar o Ivinhema, que tem folha salarial de 25 mil reais - tinha cinco homens de defesa.

- Demorei pra entender, tamanha a bagunça. O Flamengo jogou com seus tradicionais três zagueiros em linha, quando era atacado - Everton, Fábio e Wellinton, muito bem, aliás, para seus 19 anos. À frente deles, Aírton pela direita e Toró pela esquerda. Quando atacava, porém, Everton deixava a zaga e fazia a função de ala pela direita, muito bem, aliás, também. Aírton fazia sua cobertura e Toró voltava ainda mais, quase formando uma linha de quatro zagueiros. O problema é que enquanto Everton e Léo Moura, pela direita, abusavam da defesa do time recém-nascido, pela esquerda simplesmente não havia jogo. Isso porque o escalado para o lugar de Juan, vetado, fo Kléberson. Acabou sendo o destaque do time, mas em momento algum caiu por ali. E, como no ataque, quem caía pela esquerda era Josiel, com Zé atuando mais pela direita, pode-se dizer que o time venceu por 5x0 jogando por apenas um lado do campo. Ibson, perdido no meio-campo e sem se aproximar do ataque, como poderia e deveria, foi o mais prejudicado pelo novo esquema, tendo atuação apagada. Quando Juan voltar, ficará sozinho pela esquerda e acabará embolando pelo meio, como tem feito. Enfim, Cuca não tem essa cara de professor aloprado à toa. E eu continuo a não gostar de seus conceitos nessa sua segunda passagem pelo Flamengo.

- O primeiro gol foi improvável do primeiro ao último toque. Lançamento de Gérson de Ibson para Josiel, que quase tropeçou nas pernas quando decidiu dar um lindo drible - que conseguiu. Mas o cruzamento, de esquerda, saiu errado. Léo Moura, mesmo sem ângulo, deu um toquinho perfeito com a sola da chuteira para empurrar para dentro. Temo pela saúde do Josiel, caso ele tente aquele drible de novo. Aliás, de faixinha na cabeça e rabo-de-cavalo, Josiel parece tudo, menos um jogador de futebol. Peraí: não apenas por isso...

- O mundo mudou mesmo. Júnior diz que deu os parabéns ao Zico pelo MSN.

- Aos quarenta, Josiel furou uma meia-bicicleta bisonha. A torcida pediu Obina. O pessoal em Campo Grande não deve ter acesso aos jogos do campeonato carioca.

- Zé Roberto, em forma - como parece estar - é o melhor atacante que o time tem há algum tempo. O que não me soa como boa notícia.

- Aos 10 do segundo tempo, depois de perder a bola sozinho na lateral do campo, Fábio Luciano pagou uma geral pro técnico adversário ("- tá de sacanagem?") e deu um tapa na bola quando ela estava sobre a cabeça do jogador do Ivinhema, pronto para cobrar a lateral. Qual o problema do Fábio Luciano? Que capitão é esse? Pela regra, deveria ter recebido o amarelo. O juiz amarelou, pois seria o segundo. E lá iria o capitão do time expulso de novo, se a arbitragem fosse clara...

- Mudo de canal para ver o retorno de Ronaldo. Visualmente, tão acima do peso quanto eu. Na prática, mais - não conseguiu acompanhar os contra-ataques do Corinthians, que vencia por 2x0, nem demonstrar um mínimo de ritmo de jogo (ok, normal). Uma tentativa de jogada de efeito aqui, uma matada na canela ali e lá se vão os 27 primeiros minutos da nova fase do maior artilheiro em Copas. Na saída, uma microfonada no olho e uma camerada na testa, na ânsia dos repórteres por uma entrevista, deixaram todos a ver navios...

- O Itumbiara tem um atacante veloz e driblador chamado Landu. Entrou no segundo tempo e mudou o time. Quem estiver atrás de um bom reforço, pode apostar.

5 comentários:

Anônimo disse...

Corinthians e Flamengo ainda não tem times para esse começo de temporada. esquemas bagunçaodos e escretes indefinidos. fiquei no controle remoto tentando acompanhar os dois e parei na dupla palomino-pvc pra ver o Ronaldo. Foi comovente e sensacionalista ver o último grande craque brasileiro voltar a jogar com quase 100 quilos. a imagem dele suando horrores dois minutos de entrar em campo diz tudo. Meu pai comparou com o fim de carreira do Garrincha. Mas no caso do gordo, era só emagrecer. bola e idade ele ainda tem pra se divertir por aqui.

Camilo disse...

esqueci de assinar o comentário ali de cima e aproveito pra mais uma cornetada:

Denílson, já tido como a maior transação da nossa história, está tendo o fim que todos sabiam: palhaço de circo no interior do país.

Edu Mendonça disse...

Melhor dupla da latinha, Palomino & PVC.

Eu fico pensando no tanto de pressão que existe para que esse rapaz volte a jogar logo. É a única explicação para um cara do nome dele entrar em campo daquela forma - absolutamente sem condição de jogo. Tá gordo ainda, dá pra ver o esforço que ele faz para se movimentar. Quase tive pena dele. Mas aí lembrei-me de duas coisas:
1) a diferença entre nossas contas bancárias e 2) a maneira como ele encara a profissão dele já há alguns anos.

Fico na dúvida se o esforço pra voltar de mais uma contusão gravíssima é pelo amor ao futebol ou aos holofotes, fama, dinheiro, tietes...

renato disse...

teve gol do ronaldo aos 45, beleza. mas antes disso, a notícia esportiva da semana era a apresentação de fred e parreira no fluminense. isso pra quem é jornalista, claro. pra quem é renato maurício prado, a notícia era john macenroe. hehehe. é patético.

Edu Mendonça disse...

Quando o Flamengo joga no sábado, por conta do horário de fechamento, o RMP fica sem ter sobre o que escrever...