sábado, 6 de dezembro de 2008

Mistério, mistééério...

É tudo estranho demais.

Como assim um envelope foi "interceptado"? Interceptado como?
Por quem? Os Correios?
E como assim tinha dinheiro e ingressos pro show da Madonna dentro?
Quanto dinheiro?
Eram ingressos pro show da Madonna mesmo? Ou do Radiohead?
Quem mandou o envelope que foi interceptado por ninguém sabe quem?
Peraí - não seria o Grêmio o único interessado no resultado deste jogo?
Quem sabe disso afinal, a CBF ou o MP?
Como o Wagner Tardelli afirma que não havia nenhum envelope se o tal envelope foi interceptado por ninguém sabe quem?
Quem fez a denúncia para que o tal envelope fosse interceptado só Deus sabe como?
O próprio Tardelli afirma que o MP sabe "quem são as pessoas". Por que o MP não diz logo?
Por que a CBF não fala tudo que sabe sobre o caso antes da rodada, preferindo se pronuciar na segunda-feira?
Por que quem vai apitar o jogo agora será Jaílson Macedo de Freitas, que apitaria neste domingo o sensacional jogo entre a Seleção de Conceição do Coité a Seleção de Itajibá, pela semifinal do Campeonato Intermunicipal de Seleções da Bahia?

E, finalmente:

Por que só aqui no Brasil pra acontecer um papelão desses na véspera da última rodada de um dos campeonatos mais emocionantes dos últimos tempos?

Por que alguém ainda se assusta com isso na terra dos Edílsons, Ivens Mendes e tantos outros escândalos de arbitragem?

Vamos torcer pra que haja a última rodada e tenhamos grandes jogos de futebol.

4 comentários:

renato disse...

o assunto é grave mesmo, inclusive pela leviandade como está sendo tratado. mas, desde o rebaixamento do vasco, só penso no andré pinto - por que será?

Edu Mendonça disse...

Eu fico imaginando o Chafi e ele, juntos, numa sala trancada..

Camilo disse...

cada vascaíno reagiu de uma maneira da redacao.

djalma - só sorria, nao respondeu nenhuma provocaçao.

boyd - sério o dia inteiro. nao saiu da cadeira dele.

evandro - nao apareceu na segunda-feira, foi produzir o bem, amigos do premio. boa saída pra ele.

rodrigo melo - de folga na segunda.

chafi - sobrou pra ele. todas as brincadeiras, até as mais pesadas se concentraram nele, que reagiu com aquela euforia meio desesperada de explicar o que nao se explica. ele só repetia: "tem q sair todo mundo do vasco, todo mundo. todo mundo fora. cair nao é bom! tem um monte de babaca falando que cair é bom. que porra é essa?cair nunca é bom"

Edu Mendonça disse...

Certas coisas não têm preço... Eu estava na escada rolante do Rio Sul na segunda ou terça, nem lembro. Na minha frente, um casal com o filho. Se seguiu o seguinte diálogo:

Pai - "Filho, não fica assim. O Vasco é grande, vamos conquistar a série B e subir no ano que vem..."

Filho - [silêncio]

Mãe - "HAHAHAHAHAHAHA... Vai esperando..."

Tive eu, claro, que me segurar pra não gargalhar junto...

Preferi ainda não incomodar o Chafi com esse assunto. Ainda.