segunda-feira, 27 de outubro de 2008

On any given sunday.

A gente tem umas manias estranhas que, de vez em quando, aparecem pra ficar de vez, infelizmente. E pior, a gente nem sabe exatamente de onde elas vieram.

Nessa reta final de campeonato brasileiro, uma das piores dos últimos tempos ocupa novamente páginas de jornais e minutos de televisão - as "previsões" (sic) dos matemáticos (e não vou chamar de matemáticos de plantão porque isso seria uma tremenda indelicadeza minha, visto que são profissionais competentíssimos).

O problema é que a matemática - essa matemática - e o futebol têm pouquíssimo em comum.

Cálculos matemáticos são muito bons pra dizer que o sujeito tem uma chance em 50 milhões de acertar a mega-sena com uma aposta mínima (e toda hora alguém acerta). Que o Chicago tinha 1,7% de chance de ficar com a primeira escolha no último draft da NBA (e ficou).

Não para dizer que o Grêmio tem 43% de chance de ser campeão, enquanto Cruzeiro tem 17%, São Paulo, Flamengo e Palmeiras, 13%.

Por quê? Porque esses números não valem absolutamente nada, mudam de um extremo ao outro em coisa de duas rodadas. Por si só, uma análise do que foi publicado até agora mostra que as tais previsões, como chamam os jornais, são nada mais que cálculos matemáticos em cima das combinações de resultados possíveis. Como quem calcula qual a chance de se acertar a mega-sena com um cartão de seis dezenas.

http://www1.folha.uol.com.br/folha/educacao/ult305u10267.shtml

* * *

Ainda sobre as tais previsões matemáticas, quais variáveis a matemática poderia aprender para apontar um resultado mais provável em qualquer um desses jogos de quarta?

Cruzeiro x Grêmio. Botafogo x São Paulo. Vitória x Flamengo.

Pra mim, qualquer resultado é tão possível quanto qualquer outro nessas partidas.

Afinal, a matemática não leva em conta que o Cruzeiro venceu apenas um dos seis confrontos diretos que fez até aqui contra os outros pretendentes. Muito menos leva em conta a tradição do Botafogo sempre ter uma motivação extra contra o São Paulo, por conta do passado. Nem que o Flamengo deve ter tanta torcida quanto o Vitória no Barradão.

* * *

A nota do dia:

"O Sport Club Corinthians Paulista agradece ao Clube de Regatas do Flamengo pela manifestação de carinho por nosso retorno à Série A.

Também desejamos toda sorte e sucesso ao co-irmão carioca na reta final do Campeonato Brasileiro de 2008. Estamos na torcida pelo título rubro-negro!"

2 comentários:

Bolinho disse...

essa torcida do Corinthians é que me preocupa...maior cara de "zeca pimenteira"

Edu Mendonça disse...

Eu conheço como "seca pimenteira"... bem, eles tinham que agradecer pela mensagem do nosso presidente-gagá - o Flamengo foi o único clube a parabenizar, oficialmente, o Corinthians pela volta à primeira divisão.