sexta-feira, 24 de outubro de 2008

Flanonsense

"Com show de Obina, Fla goleia o Coritiba no Maracanã" - O Globo

Era noite de dever de casa para três dos cinco pretendentes ao título.

O Grêmio fez o seu, marcando um golzinho logo no início do jogo contra o Sport, time-turista desse campeonato. E lamba.

O São Paulo teve dififuldades e começou perdendo para o Vitória. Virou e cumpriu sua parte.

E o Flamengo goleou o Coritiba - tarefa muito mais complicada do que vencer pernambucanos e baianos - jogando bem. Vá entender.

Dos cinco que lutam pela taça, o rubro-negro é, disparado, o que tem jogado pior. E também o que mais tem vencido, seguindo assim na cola dos líderes - foram seis triunfos nos últimos sete jogos. Tivesse vencido o Atlético Mineiro também, estaria a um pontinho da liderança. Mesmo não tendo, possui a melhor campanha do segundo turno. E tem o melhor ataque entre os cinco, ao lado do São Paulo. E, ainda assim, eu te desafio a dizer quem é o artilheiro do time no campeonato.

Mas o nonsense rubro-negro nem está nesses fatos e números. Está nesses:

14 minutos - Obina cabeceia na trave uma bola cruzada por Luizinho.
19 minutos - Obina sai atrás do zagueiro, chega na frente e sofre pênalti.
35 minutos - Obina recebe de Kléberson, ajeita com a esquerda e, antes da bola cair, chuta com a direita no cantinho.
29 do segundo tempo - Obina faz jogada de craque, dribla o zagueiro duas vezes - o deixa no chão na segunda - e chuta rente ao gol.
34 do segundo tempo - Obina rouba a bola, passa por dois zagueiros na velocidade e cruza para Maxi marcar.

Como se não bastasse isso tudo - e ainda a impressão de que Obina está magro e em forma - o Jaílton jogou muito na posição do Fábio Luciano, como líbero de fato.

Vá entender o Flamengo.

Um comentário:

Bolinho disse...

dá uma olhada no Globo.com hj: tem um pôster do 'BARACK OBINA'